Iguatemi

Iguatemi

sábado, 1 de agosto de 2015

O Correio do Céu nunca se interrompeu. Cartas espirituais existem.


Decidi escrever esse post porque fui procurada por uma pessoa que me pediu para verificar a autenticidade de uma “carta dita mediúnica”, recebida de um familiar que desencarnara recentemente. Perguntei-lhe o que achava da carta e a mesma respondeu: “Não sei se é verdadeira, pois, tudo o que aí está é do conhecimento de todas as pessoas. Esperava por outro tipo de informação”.

Expliquei que a autenticidade de uma carta espiritual só pode ser atestada pelos familiares que, conhecendo o linguajar do comunicante e os dados fornecidos, muitos de conhecimento apenas da família, fará com que a carta seja reconhecida como verdadeira ou descartada como falsa.

Uma coisa é certa, a pessoa que partiu não esqueceu o nome de seus familiares. E porque não se refere aos familiares pelos nomes? Porque tendo tantas revelações a fazer, refere-se apenas a fatos de conhecimento de todos? Não estaria ansioso para transmitir consolo, esperança e esclarecimento à família, acerca da sua nova realidade?

Quando na carne e se distanciava da família em viagens, os relatos não se referiam aos locais visitados? E porque, agora que se deparou com uma realidade inusitada e recebe a oportunidade desse contato com a família se detém em fatos de menor interesse, deixando essa lacuna no desejo de familiares que queriam saber mais acerca da sua nova realidade?

Devemos refletir, seriamente, sobre essas questões, pois, nos orienta o codificador da doutrina espírita, Allan Kardec, ser necessário passar tudo pelo crivo da razão e da lógica. Isso também é caridade com a divulgação da Doutrina Espírita e com familiares que, sofridos, buscam consolo e esclarecimento no Espiritismo.

E que nós, os espíritas, à frente do movimento espírita na cidade de Parnaíba, fiquemos atentos a essas manifestações desprovidas de compromisso com a doutrina que abraçamos e que, dessa forma, passa a ser vista de forma não criteriosa. Que tudo possa ser muito bem analisado antes de ser divulgado. Esse o critério da Doutrina Espírita.

Como diz o Espírito Emmanuel, mentor do saudoso médium Chico Xavier, “O correio do céu nunca se interrompeu”. Cartas espirituais existem. E quando são verdadeiras e chegam aos familiares, levam consolo, esclarecimento, esperança e alegria. Jamais dúvidas. E o que é pior, dúvidas quanto a autenticidade e a seriedade da doutrina espírita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário